Imprimir Fechar
Sapiranga, 22 de May de 2019
Estamos pesquisando sua consulta.
Por favor aguarde alguns instantes!
conteúdo

Vacinação contra a gripe já imunizou mais de 8 mil pessoas em Sapiranga

Meta é vacinar 90 % dos grupos prioritários até o fim da campanha
Redator: Departamento de Comunicação 15/05/2019
A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe em Sapiranga já soma mais de 8 mil doses aplicadas desde o início da vacinação em pessoas com mais de 60 anos de idade; crianças de seis meses e 6 anos incompletos de idades (5 anos, 11 meses e 29 dias); gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); portadores de doenças crônicas não transmissíveis; trabalhadores da área da saúde e professores de escolas públicas e privadas.

A campanha que iniciou dia 10 de abril e segue até 31 de maio, já realizou 8.983 doses de vacinas entre os grupos prioritários segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde. Destaque para o grupo de idosos onde a estimativa é de 6.675 doses e foram realizadas 4.402 vacinas, 65,95% da quantidade total. Entre as gestantes 45,30% das vacinas foram realizadas, sendo vacinadas 390 grávidas de um total de 861. Já em relação às crianças apenas 1.672 foram imunizadas de uma população de 5.964, cerca de 28,03%. Também já foram aplicadas vacinas em 373 trabalhadores da área da saúde (31,21%), 59 puérperas (41,55%), 300 professores (39,22%) e 1.787 pessoas com comorbidades (32,66%).

VACINAÇÃO
Em Sapiranga a ação ocorre em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e de Estratégia de Saúde da Família (ESFs), das 7h30 às 18 horas, sem fechar ao meio-dia. As doses só não são disponibilizadas na UPA 24 Horas, na Unidade de Saúde Especializada (USE), no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e no prédio da Secretaria Municipal de Saúde (ao lado do Hospital Sapiranga), porque estes locais são voltados a serviços de atendimento de emergência e de especialistas.


CONTRAINDICAÇÕES
Não é recomendada a vacina para pessoas com histórico de reação anafilática (alérgico ao antídoto), alergia ao ovo da galinha e seus derivados e em pessoas que apresentem quadro de febre alta. Ao receber a dose podem ocorrer algumas reações, como é comum um leve avermelhamento da pele, endurecimento e dor no local da aplicação.

 

 

Fotos: Departamento de Comunicação
voltar